Blog Acompanhantes Brasília Top de Brasília

Caro visitante essa página do site é feita pensando em vocês, aqui abordaremos diversos temas relacionados a sexo, situações vividas pelas Acompanhantes em Brasília, entretenimento adulto, fantasias, contos eróticos e vários outros assuntos interessantes.

  • 5 assuntos para falar com mulheres

    Homem e Mulher

    E então marcou com a gata, seja amiga, namorada, acompanhantes de luxo em Brasília do catálogo mais fantástico do DF ou até mesmo com a ex. Chega o momento em que o homem simplesmente tem medo de não ter o que falar com uma mulher, até porque tem mulheres que tem muita dificuldade de dar continuidade aos assuntos iniciados pela rapaziada.

    Bem, se você usar de todos os recursos e não tiver nenhuma continuidade, fuja, meu camarada! Você está com uma mulher muito chata, o que acontece inversamente também. Mas existem muitos assuntos que renderão horas de papo e podem iniciar aquela noite especial que vai acabar na cama do motel.

    • Música – não existe mulher que não goste de música! Basta que você conheça um pouquinho do gosto dela. Mas o pressuposto é que, ao marcar para sair com uma, você saiba alguma coisa dela!
    • Astrologia – não podemos generalizar. Aliás, generalizar, normalmente é uma brutal burrice, mas boa parte das mulheres gosta sim de falar dos signos. É uma assunto delicado e que é compatível com elas!
    • Cinema – a mesma lógica da música. Não é possível que você vai sair sem conhecer um pouco dela e saber, por exemplo, que
    • Veja Mais
  • Receitas afrodisíacas: apimentando suas relações!

     receitas afrodisíacas
    Afrodisíaco, vem de Afrodite que, do grego, a Deusa do amor, traz inspiração para viver cada segundo dessa experiência que é a junção de várias sensações mentais e físicas. Muitos dizem que o nome era ainda mais difícil que este, mas a incapacidade ocidental em pronunciar fez a palavra se reduzir ao que conhecemos e o tempo encarregou de transformar amor em sexo. Aliás, isso parece muito familiar, não é mesmo? Vindo para os dias atuais, a palavra ganha ainda mais definição. Tudo que serve para aumentar o desejo sexual é chamado afrodisíaco.

    Veja Mais
  • A cultura do “objeto” mulher

    estupro
    O ano é 2016, mas bem que poderia ser 1816, 416 A.C.. Não, a idade média, antiga, passaram, mas a cabeça do animal inexistente nos catálogos mais completos não tem como ser estudada. Aliás, me sentiria deveras afrontado se fosse uma barata, por exemplo, e tivesse a ciência que fui comparada a alguém do nível de estupradores de qualquer natureza, sob qualquer ótica. Estupro em massa, estupro de menina bêbada, estupro de homem(acontece tá?), estuprador é um ser detestável e sem qualquer classificação social.

    Veja Mais
  • Sexo, Drogas e Rock n’ Roll...o que Brasília tem a ver?

    Mulher na cama com homem
    Essa expressão faz sentido para você? Se a resposta é sim, você está coberto de razão. Afinal, está provado que quem ouve música alta em seus aparelhos de música tem maior propensão de usar drogas como maconha e quem vive em casas de show norturnas tende a fazer sexo sem qualquer proteção, o que para um roqueiro nato, pode ser mais um ingrediente para alimentar sua alma transgressora. Você já viu algum roqueiro ouvir música baixa? Além disso, rock é noite, é um tanto obscuro, é fugir do lugar comum, é atitude. E Brasília é a capital das maiores bandas de rock de uma era de ouro para o estilo no Brasil. É a capital das maiores acompanhantes de luxo, mulheres que veem o sexo como todos querem ver, como algo comum e rentável. Elas são muito rock n’roll!

    Veja Mais
  • Você sabe o que é tesão de vaca?

    tesão de vaca
    É meu amigo, lembra aquela música do Renato Russo que diz: “quando tudo está perdido, sempre existe...” bem, o restante não importa, mas esse trecho diz muito sobre o que vamos falar: Tesão de vaca! Bem, muitos dizem que é lenda, outros dizem que é verdade tudo que é dito sobre as gotinhas, que muitos sex shops vendem e que, teoricamente, fazem as mulheres terem sua libido aumentada. E o melhor: Em 15 minutos!

    Veja Mais
  • Qual a sua cerveja favorita para uma noite de prazeres?

    Mulheres e Cerveja
    Um encontro a dois normalmente merece uma bebida da preferência de ambos para celebrar o momento. No Brasil, a cerveja é a alegria do povo. Então, quando você vasculha o catálago das gatas mais maravilhosas de Brasília e seleciona a sua acompanhante de luxo a dedo e, digamos, outra parte do seu corpo, qual a cerveja mais indicada para essa noite especial? Se é para ser diferenciada o momento, você escolhe uma comum ou uma especial?

    Veja Mais
  • Clitóris, a sensação que você não vai saber, mas pode achar

    Literatura Erótica
    Pense bem, o que você sentiria se a gata, no momento de maior tesão, coloca as mãos na sua virilha ao invés de colocar a mão no seu amigo de todas as horas. Pois é. É quase isso que você faz com ela, quando, nas preliminares, beija, abraça, acaricia e na hora do clímax....na trave, você tenta, tenta mas não acha aquele botão mágico que faz a mulher te olhar de um jeito diferente, como se você tivesse realmente achado um pote de ouro. O clitóris tem tanta terminação nervosa que faz ela entrar em êxtase só no toque, mas, claro, não é tudo.

    Veja Mais
  • 10 posições sexuais para turbinar o seu prazer hoje!

    Acompanhantes de luxo, profissão rentável
    Quem não quer? Se transar(trepar ou meter) já é bom o suficiente quando feito de maneira tradicional, que podemos dizer de posições que certamente conhecemos, mas não temos usado com frequência. Algumas, naturalmente não fazem parte do nosso grupo de posições do dia a dia, mas com aquela gata de Brasília, você não pode deixar de se lembrar dessas nossas dicas e cair dentro. Pode se lambuzar à vontade, o catálogo é de vocês. =D

    Veja Mais
  • 1
estupro
O ano é 2016, mas bem que poderia ser 1816, 416 A.C.. Não, a idade média, antiga, passaram, mas a cabeça do animal inexistente nos catálogos mais completos não tem como ser estudada. Aliás, me sentiria deveras afrontado se fosse uma barata, por exemplo, e tivesse a ciência que fui comparada a alguém do nível de estupradores de qualquer natureza, sob qualquer ótica. Estupro em massa, estupro de menina bêbada, estupro de homem(acontece tá?), estuprador é um ser detestável e sem qualquer classificação social. Mas o que indigna mais, muito mais, são os “normais” culpabilizarem a vítima, por algum aspecto. Gente, vamos entender usando a situação mais repudiável possível no seu conceito social...A mulher sai de casa, vai pra um baile funk e, sem calcinha, transa com 10. Naquele momento, ela está consentindo o sexo com 10. De maneira não muito aceita pela sociedade, se fazendo inerente aos riscos da prática, mas está CONSENTINDO! Alguma dúvida? Senão, vai ser assim: O idiota contrata uma profissional, uma as acompanhante de luxo de Brasília ou qualquer e, chegando lá ele faz o que bem entende com a moça, viola as regras, por ela estabelecida, digamos que até pague e, vai embora. A sociedade vai falar assim, oh: “ah, mas ela é uma vadia mesmo, está sujeita a essas coisas”. É nesse momento que os limites foram para a casa do caralho! A profissional do sexo não é desmerecedora de respeito, dignidade. Não deve ser violentada nem fisicamente, tampouco ideologicamente. Essa história de “seu corpo, suas regras” deve realmente ser aplicada para todos. As práticas irracionais acontecem na sociedade atual ou antiga por questões muito simples. O discurso de jamais culpar o individuo prejudica as atitudes contrárias à barbárie. De que forma? Fácil! Quando um pilantra diz: “ah, mas ele roubou porque não teve oportunidade” ou “ele estuprou porque todo homem se comporta dessa maneira” nós, como membros da sociedade, nos sentimos afrontados em toda nossa natureza. NÃO, nenhum pai normal, manda o filho estuprar com mais 20 amigos traficantes, nenhuma menina de 16, 20, 30 ou seja qual a idade for! É preciso entender que pessoa assim não tem como circular, não de maneira convencional. A castração química é sim uma possibilidade e deve ser pensada para estupradores. Da mesma maneira, é preciso que a polícia se capacite para entender que a mulher JAMAIS será agente potencializadora dos casos. Estupro é culpa única e exclusiva de quem o faz. Ficou claro ou é preciso que desenhemos algo parecido com o vídeo que foi postado? Aliás, esse é o outro tema importante. A certeza da impunidade é tão grande que as pessoas ficam bastante leves e calmas para postar o resultado da barbárie como se não tivesse nada que os pudesse frear. Bem como as evoluções na apuração de crimes com políticos e pessoas poderosas, é importante que demos passos rumo ao pensamento de igualdade TOTAL dos gêneros. Mas definitivamente, estuprador não é classificável, ok?