Prostituição

De quem é esse corpo menina?

Outrora discutido em outra matéria, sobre como a prostituição é uma atividade demasiadamente antiga e cada vez mais comum no mundo, novamente essa semana, a equipe Top de Brasília sentiu uma enorme necessidade de falar novamente sobre o tema, com uma abordagem diferenciada, após ter acesso a um artigo super interessante. Decidimos nos respaldar de forma lacônica em tal artigo e sem dúvidas acreditamos que será relevante para nós e para os leitores que nos acompanham.

Alguns definem a prostituição como falta de oportunidades, mas temos consciência de garotas inteligentes e extremamente bem informadas que atuam no ramo. Outros dizem que é por falta de ‘vergonha na cara’, mas como fica o livre arbítrio do ser humano? Em um país tão cheio de falta de caráter e hipocrisia crônica, ninguém é extremamente limpo para estigmatizar. Ora, se elas se vendem, tem quem as procurem e que alimentam fortemente esse vasto mercado do sexo. Também circula a ideia de que todas elas vivem de um grande vazio existencial, será? Talvez! É inútil generalizar. Pesquisa nenhuma traria de forma precisa tais resultados, pois cada acompanhante representa na imensidão um estranho ímpar, um grande infinito particular. Seria a prostituição, algo mais preocupante do que roubar, matar, sonegar, plagiar, entre outros crimes perversos contra a dignidade do ser humano? Não seria cada ser humano responsável por suas escolhas e escravo delas? Seriam todas as pessoas que julgam as garotas, politicamente corretas, fiéis e retas em todos os momentos? Você já fez algo que nunca teria sido capaz em outra situação para ganhar um aumento? Uma promoção? De alguma forma, como seres humanos, não estaríamos nessa vida competitiva vendendo nossos sonhos, nos abdicando de algumas coisas para ganhar outras? Não seria isso uma venda? Talvez mude apenas o contexto.

Seria possível escrever um livro, mas a intenção é deixar o êxtase que a pergunta causa em você: De quem é esse corpo menina?

A matéria a qual nos referimos e que nos levou a discorrer novamente sobre o tema foi a seguinte:
Cafetina mostra lista com 'preços' de famosas

A Rede Bom Dia, divulgou uma tabela que segundo eles foi colocada por uma cafetina. Na tabela são expostos valores do programa de algumas famosas. Verdade ou mentira? Não sabemos, apenas achamos conveniente fazer o link com a matéria para quem não leu e abrir ainda mais o tema, para quem já está por dentro do assunto. Seria no caso delas falta de oportunidade na vida, se a informação for verdadeira? De ‘vergonha na cara’? Mas tais mulheres já não teriam glamour e sucesso de forma suficiente, a ponto de não precisarem se prostituir?

Intermináveis anos de prostituição - Autora: Acompanhante SOL