Mulher com megafone

Sempre que nos deparamos com polêmicas, há um punhado de pessoas que defendem posições um tanto quanto infames, no ponto de vista humano, vide os últimos acontecimentos envolvendo a vida e a morte de uma pessoa pública dos últimos desse país. Mas a pergunta é: já temos e sabemos usar a liberdade de expressão? Naturalmente, existem pessoas que passam do ponto, mas para isso existem as autoridades. Agora, uma questão incomoda e gera polêmica. O Facebook, por exemplo, tem o direito de qualificar o que pode ser exibido ou não?

Bem, muita gente pode afirmar que sim, pois se trata de uma empresa privada. Mas com tantos dados pessoais de diversas pessoas por lá, é mais do que razoável considerar uma empresa privada com serviço público. Então, qual a sua posição?

O que você sentiria se tivesse uma foto apagada no Facebook

Acompanhamos vários perfis e esta semana tivemos uma mostra disso. Uma mulher postou uma foto com os seios a mostra e com “x” nos mamilos. Em menos de 24h o Facebook apagou a foto. Nós do Top de Brasília, temos o direito e o dever de defender as mulheres, sejam elas as gatas de Brasília que anunciam por aqui ou mulheres introvertidas e que ainda buscam seu espaço. Isso que o facebook faz é um desserviço. Eles apagariam a foto se o peitoral em questão fosse masculino? A questão, sendo trazida para um debate, mesmo que interno dentro cada um é uma tentativa de fazer valer o não-sexismo, a igualdade da expressão, seja ela por palavras ou atos.

E se você quiser ser uma garota de programa de luxo? Quem tem algo a ver com isso? Quem pode determinar. Pode parecer que estamos misturando os assuntos, mas é que está tudo num pote só. A mesma censura que faz isso com um mamilo, descrimina uma profissional do sexo, uma mulher que não se veste de forma adequada. Então, o que fazer? Vocês já sabem?